menu drop down by Css3Menu.com

 
Aparecida do Norte ‘sem o Norte’: uma história de fé que começou há 300 anos, após uma pesca
 
Blog Last-Minute News por Sérgio Oliveira
 

O MUNICÍPIO TEM O MAIOR CENTRO DE PEREGRINAÇÃO MARIANA DO MUNDO. É O SEGUNDO MAIOR DO MUNDO EM TAMANHO - BASÍLICA DE NOSSA SENHORA APARECIDA -, FICANDO ATRÁS SOMENTE DA BASÍLICA DE SÃO PEDRO, NO VATICANO.

Por Sérgio Oliveira

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 0

Todo mês de dezembro, em São José do Calçado, no Sul do Estado do Espírito Santo, romeiros viajam para a Capital da Fé, Aparecida do Norte, na visão católica. E na sexta-feira de 8 de dezembro de 2017, 157 passageiros distribuídos em 4 ônibus leito se deslocaram de São José do Calçado ao Santuário Nacional de Aparecida. Encontrar a paz espiritual e pagar promessas a Nossa Senhora Aparecida, é o principal objetivo.

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 1

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 3

O organizador das caravanas em São José do Calçado, Antonio Amaro de Souza Jonas ‘Marinho do Bar’, revela que a primeira Romaria foi na primeira semana de dezembro de 2011 (um ônibus e 46 pessoas), em 2012 a 2015 (92 pessoas e dois ônibus), e em 2016 (135 pessoas e três ônibus). Que é sadio harmonizar um momento impar de espiritualidade e fé.

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 4

Romeiros desejam buscar a paz espiritual, algo que não se compra na esquina ou com dinheiro literalmente

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 4a

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 5

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 6

Mário revela que seu objetivo maior é anunciar o nome da Paróquia do município na Capital da Fé

- Levar os devotos de minha comuna e distritos ao Santuário Nacional de Aparecida é um prazer. Temos romeiros que viajam desde 2011, como o casal Luis Carlos Homem Aguiar (Cureca) e sua esposa Francisca Abreu (Chiquinha), Joana Darc Ferreira de Oliveira (Preta), Samarone de Castro Araújo, entre outros. Meu objetivo maior é anunciar o nome da Paróquia do município na Capital da Fé -, disse Mário.

Não é modismo ou questão de passeio turístico. Boa parte pisa no solo de Aparecida para pagar promessa por algum tipo de bênção recebida. O Servidor Público Municipal Samarone de Castro Araújo, de 34 anos, pela sexta vez viajou para Aparecida. Ele conta que todo esforço é válido para ver a Mãe, Padroeira do Brasil.

- Parabenizo o Antonio Amaro de Souza Jonas pela organização da Caravana. Não é fácil organizar uma caravana com 157 pessoas. Meu sentimento é impar: agradecer à Mãe Aparecida pelas graças recebidas. Fico deslumbrado com o número de fiéis que cresce cada vez mais. Difícil é contemplar a imagem de perto. Dependendo do dia e hora, leva-se até 5 horas na fila para se ver de perto a imagem da milagrosa-, disse Samarone, que também serviu de guia turístico para o Blog Last-minute News.

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 7

Samarone conta que todo esforço é válido para ver a Mãe Padroeira do Brasil. Em 2017, foi o guia turístico para o Blog Last-minute News, em Aparecida

CONHECENDO APARECIDA DO NORTE

Fé, curiosidades, sotaques engraçados, vestes diversificadas, culinárias convidativas e outros encantos se misturam em Aparecida, município do interior do Estado de São Paulo, na Região Sudeste, localizado no vale do Paraíba Paulista, a nordeste da capital, distante 170 km com área de 121, 076 km² - 5,7 km² em perímetro urbano, e população de 36 279 habitantes (2017).

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 7a

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 8

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 9

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 10

Em 2017 comemorou-se o tricentenário do encontro da imagem da santa padroeira do Brasil. O Santuário, situado no município de Aparecida, pertencente à Mesorregião do Vale do Paraíba Paulista e à Microrregião de Guaratinguetá, em São Paulo, é a segunda casa de milhões de romeiros durante todo ano. Independente da crença religiosa, muitos viajam para conhecer o Santuário e voltam escrevendo um novo capítulo em suas vidas. O local traduz fé, arquitetura do outro mundo, encanto e paz. Violência por lá não reina!

Falar em turismo religioso no Brasil é pensar em Aparecida. Durante um ano, aproximadamente 12 milhões de peregrinos - o Brasil todo não recebe mais do que 6 milhões de turistas estrangeiros no mesmo período - viajam ao Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, o maior templo mariano do mundo e o segundo maior templo católico do mundo, ficando atrás apenas da Basílica de São Pedro, no Vaticano. Sotaque e vestes despertam curiosidades nos jornalistas que por lá passam.

Tem sotaque - inflexão ou pronúncia particular de cada pessoa ou de cada tipo de região - para todos os gostos. Como todo estado brasileiro tem sua peculiaridade na fala, seria impossível um país com mais de 207 milhões de habitantes, segundo IBGE, apresentar uma igualdade na fala. Entre 1808 e 1821, o Estado do Rio de Janeiro foi sede da corte portuguesa. Sofreu influência do sotaque português, pronunciando o “S” bem chiado. Espalhados pelo Brasil têm mais de 16 tipos de sotaques, sem contar dialetos indígenas. O sotaque caipira conglomera parte do interior do Estado de São Paulo, norte do Paraná, sul de Minas Gerais, partes do Mato Grosso do Sul e de Mato Grosso, Goiás e Rondônia. Já no sotaque recifense o som de ‘s’ é transformado em ‘sh’ nos plurais.

Em alguns ‘estados’ as pessoas possuem uma forma díspar de pronunciar a letra “R”. Tem o “R” retroflexo (“R” caipira); o “R” carioca, aquele que raspa no fundo da garganta; o “R” gutural (mais suave), ouvido em Belo Horizonte e nas capitais do Norte e Nordeste; o “R” falado com a ponta da língua; e o “R” que perde oscilação e quase desaparece. Apesar dos diferentes sotaques usados pelos turistas, não indicam que estejam falando errado, entretanto com um sotaque próprio. Quanto à pronúncia, trata-se do estilo exato de se dizer as palavras. Se o bonitinho ou a bonitinha disser ‘Probema’ ou Probrema’, como no caso dos paulistas que falam probema com sotaque paulista, e os baianos falam a mesma palavra com sotaque baiano, estão assassinando o português, pois as duas formas estão erradas, não pelo sotaque, sim, pela pronúncia.

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 11

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 12

É uma multidão que fala o mesmo idioma, mas o sotaque o diferencia

Purificar a alma, dialogar com Deus, rezar, conjeturar sobre a vida e os alvos futuros, dando graças pelas conquistas, são os objetivos de quem viaja até Aparecida. E, na Cidade da Fé, os olhos se confundem na diversidade do modo de se vestir dos turistas. O blog Last-minute News presenciou sexagenário usando cabelos longos e lisos com blusas estampadas do grupo Black Sabbath – Reunion, meninas de cabelos amarelos, azul, verde, ruivo, rosa, roxo, cinza, rosa algodão a ‘tie-dye’. Tatuagens, piercings, cabelos e mechas coloridas, ‘hidden hair’ (do inglês, cabelos escondidos), raspados e com a técnica do ‘rainbow hair’, que é feita com várias cores, também incrementam o cenário mesclado a calças jeans, jaquetas, shorts, coletes, jeans desfiado, roupas dos anos 50 e cowboys – Barretos fica perto.

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 13

Um roqueiro e um cowboy mostram bem a diversidade de se vestir dos turistas em Aparecida

O que mais desperta curiosidade é que todos disputam um espaço no Templo. Assistir às missas, prestar honrarias e pagar promessas à Santa Padroeira do Brasil (Em 16 de julho de 1930, o Papa Pio XI assinou o Decreto constituindo Nossa Senhora da Conceição Aparecida Padroeira do Brasil) é a meta que os tornam iguais em todos os sentidos. Jovens entre 15 a 18 anos, de peles tatuadas e cabelos coloridos atravessam de joelhos a Passarela da Fé, que possui 392,2 metros de comprimento, e sua parte mais alta está a 35,52 metros do chão. E vocês de cabelos normais, estão dispostos a fazer o mesmo que eles?

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 14

A Passarela parece um formigueiro. Chama a atenção pelo fato de alguns atravessarem de joelhos

CIDADE/HISTÓRIA

O nome do município de Aparecida ou Aparecida do Norte tem os pés na instalação da ferrovia entre São Paulo e Rio de Janeiro. No início de suas operações, em 1877, era chamada de Estrada de Ferro do Norte, reforçando assim o complemento ao nome oficial do município. Aparecida do Norte é uma expressão surgida após a construção da estrada de ferro. Quando os devotos embarcavam na estação norte, em São Paulo, tinham o hábito de dizer que desceria em Aparecida da estação Norte. Ao longo do tempo a palavra estação sumiu, ficando somente Aparecida do Norte, chamada até os dias de hoje pelos devotos. E o livro "Histórias de Nossa Senhora da Conceição Aparecida", de Zilda Ribeiro, confirma essa tese.

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 15

Aparecida é um município acolhedor e tem uma historia de fé

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 16

Anunciado em meados de 1717, que o Conde de Assumar, Dom Pedro de Almeida e Portugal, Governador da Província de São Paulo e Minas Gerais, passariam pela Vila de Guaratinguetá, a caminho de Vila Rica, atual cidade de Ouro Preto, pescadores da região foram incumbidos de trazer muitos peixes do Rio Paraíba, pois a ideia era de se promover um banquete que seria servido ao ilustre visitante e à sua comitiva, composta por auxiliares e muitos escravos. Também de mostrar a Dom Pedro os recursos do pequeno vilarejo.

E o mar, melhor, o rio não estava para peixe. Entre os pescadores estava Domingos Garcia, João Alves e Filipe Pedroso. A bordo da canoa lançaram as redes no Rio Paraíba. E Peixe que era bom, nada! O desânimo no Porto Itaguaçu ressonou alto. O pescador João Alves lançou mais uma vez sua rede. Não pescou dourado, tucunaré, robalo ou pacu, e sim uma imagem sem cabeça, com anjos esculpidos ao redor dos pés. Novamente lançou a rede e pescou a cabeça da imagem. Após reunir o corpo e a cabeça da imagem de Nossa Senhora da Conceição, os peixes lotaram as redes dos três destinados pescadores.

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 17

O rio até hoje é abundante em água

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 18

Durante 15 anos a imagem foi guardada por Filipe Pedroso e sua família, em sua casa, em um singelo oratório, onde reuniam vizinhos e parentes para rezar e adorar a Santa que já havia realizado milagres. Anos se passaram, Atanásio Pedroso, filho de Filipe, ergueu um oratório para a Santa, que se tornou pequeno devido ao amplo número de fiéis, que por ali passavam. Em 1734, com alvará do Bispo do Rio de Janeiro, o Vigário de Guaratinguetá, edificou a Capela do Morro dos Coqueiros, aberta à visitação pública, ermida inaugurada no sábado de 26 de junho de 1745. Com o crescimento do número de devotos iniciou-se em 1834 outra obra. Concluída em 1888, foi elevada a Basílica Menor, na quarta-feira de 29 de abril de 1908.

A Imagem peregrinou entre 1717 e 1732, nas paragens do Ribeirão do Sá, Ponte Alta e Itaguaçu. Já em 1732, no oratório novo, aconteceu o milagre das velas, despertando maior extensão na devoção a Nossa Senhora da Conceição sob o novo título de Aparecida.

SANTUÁRIO NACIONAL DE APARECIDA

Localizado no Vale do Paraíba, no eixo Rio – São Paulo, o Santuário de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, é considerado o maior Santuário no mundo dedicado a Maria. A pedra fundamental da Basílica Nova foi lançada na terça-feira de 10 de setembro de 1946. Já a construção real teve início na sexta-feira de 11 de novembro de 1955, em estilo neoclássico.

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 19

A parte externa do Santuário encanta os visitantes. É uma obra sem tradução com tamanha perfeição

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 20

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 21

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 22

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 23

A primeira missa realizada no local foi na quarta-feira de 11 de setembro de 1946, e o primeiro atendimento aos romeiros no domingo de 21 de junho de 1959, conforme registros.

Em 3 de outubro de 1982 (domingo), começaram as atividades religiosas no Santuário. Foi quando calhou a transladação da Imagem Milagrosa da Antiga Basílica para a Basílica Nova. A consagração da Basílica Nova, maior Santuário mariano do mundo, ocorreu em 1980, pelo Papa João Paulo II, que lhe outorgou o título de Basílica Menor. No entanto, em 1983, foi afirmado oficialmente pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Basílica de Aparecida como Santuário Nacional. Como se sabe, o Distrito de Aparecida foi instituído pela Lei Provincial nº 19, em março de 1842, recebendo foros de Vila. Já na quarta-feira de 17 de dezembro de 1928, O Arrabalde da cidade formada ao redor da Capela do Morro dos Coqueiros tornou-se município, alforriando-se de Guaratinguetá, pela Lei nº 2.312, elevando sua sede à categoria. Contudo em 1929, Nossa Senhora foi proclamada Rainha do Brasil e sua Padroeira Oficial, por determinação do Papa Pio XI (*Ambrogio Damiano Achille Ratti, Desio, Itália, 31 de maio de 1857, domingo - +Palácio Apostólico, Cidade do Vaticano, 10 de maio de 1939, quarta-feira).

Como no calendário do município de Aparecida tem quatro feriados municipais e oito feriados nacionais, além dos pontos facultativos, católicos de vários países visitam o Santuário Nacional de Aparecida. Em 2016 a cidade de Aparecida recebeu mais de 12 milhões de turistas. Já em 2017, recebeu cerca de 20 milhões de visitantes, motivados pela comemoração do Jubileu de 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida nas águas do Rio Paraíba do Sul.

A estrutura do Santuário é algo de primeiro mundo mesmo! Com placas indicativas e balcões de informações por todo lado do complexo, o lema é “Acolher bem também é evangelizar”, visto que os funcionários explanam a mesma afabilidade da Mãe que recebe o filho em casa. A Praça de Alimentação fica no subsolo da Basílica. Três papas já estiveram por lá: João Paulo II, Bento XVI e Francisco.

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 24

A livraria é bem visitada

A partir do Mirante da Torre Brasília pode-se ver o Centro de Apoio ao Romeiro. Na área, há duas praças de alimentação e 380 lojas vendendo tudo sobre artigos religiosos. Há caixas eletrônicos, bebedouros, banheiros com fraldário, micro-ondas, aquecedores de mamadeira e um fraldário no subsolo da basílica, entretanto não há lugar para tomar banho. A mais nova praça de alimentação foi inaugurada em 2015. Com mais de 30 restaurantes e quatro quiosques ninguém fica com fome. Pastelarias, cafés, pizzas, salgados, restaurantes a quilo (preço acessível), lanchonetes tradicionais de fast food como Mcdonalds, Subway e Bob’s, é lá mesmo.

Nas romarias, o número de idosos é grande. As rampas de acesso têm pisos emborrachados e antiderrapantes. Para as pessoas com dificuldades de locomoção, o santuário dispõe de 45 cadeiras de rodas cedidas de graça para o peregrino. Além disso, tem o fraldário para adulto no subsolo da basílica. Já se pintar emergência, há um posto médico perto da Passarela da Fé com atendimento 0800. Para ônibus, carros e motos, o estacionamento do Santuário Nacional de Aparecida tem vagas para 2 mil ônibus e 3 mil veículos. Custa R$ x a diária de 24 horas. Pode entrar e sair quantas vezes quiser durante o período da diária. Como ninguém é camelo para ficar andando sempre debaixo de um sol escaldante, os bebedouros ficam na Praça da Alimentação, ao lado da Estação Santuário (bondinho) e no subsolo da igreja. A água é potável e fresca. A garrafinha de 500 ml da água oficial com a marca Aparecida é vendida por R$ x.

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 25

Estúdio da TV Aparecida em HD

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 26

Para quem gosta de ir às compras há as lojas oficiais, as do Centro de Apoio ao Romeiro e a gigante Feira Livre que acontece nos finais de semana, nas ruas dos arredores do santuário, com mais de 800 barracas vendendo desde artigos religiosos a bugigangas. Na Casa das Velas (dentro do Santuário) vende-se material em diversos tamanhos. Aproveitem e visitem as máquinas automatizadas que vendem moedas comemorativas. Custa R$ x cada. Há uma máquina no mirante da Torre Brasília e outra no Memorial da Devoção. Em frente ao Centro de Apoio ao Romeiro, há um ponto oficial de táxi com veículos cadastrados no Santuário. Eles têm preço fixo para fazer alguns trajetos como Basílica Velha (distância do Santuário: 3 km), Morro do Cruzeiro (distância do Santuário: 5 km); Porto de Itaguassu (distância do Santuário: 5 km); Rodoviária (distância do Santuário: 2 km) Igreja Frei Galvão (distância do Santuário: 13 km). Fica em Guaratinguetá. Corridas internas (dentro do estacionamento do Santuário) cobram por pessoa. O telefone do ponto de táxi é (12) 3104 1369.

CLIMA

Apresenta um clima tropical. No inverno, há menos pluviosidade que no verão. Conforme a Köppen e Geiger, o clima é classificado como Aw. A temperatura média é 26.5°C com uma pluviosidade média anual de 879 mm. No mês mais seco com o mês mais chuvoso, verifica-se que existe uma diferença de precipitação de 213 mm. As temperaturas médias variam 3.0°C durante o ano. Novembro é o mês mais quente com uma temperatura média de 28.0°C. A temperatura média de junho é 25.0°C. Já a temperatura mais baixa, 5 mm, faz referência à precipitação do mês de setembro, mês mais seco. Com uma média de 218 mm, o mês de março é o mês de maior precipitação.

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 27

ONDE FICAR

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 28

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 29

Hotel Divino Pai Eterno, muito procurado pelos romeiros

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 30

Hotel Divino Pai Eterno

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 31

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 32

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 33

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 34

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 35

PONTOS TURÍSTICOS

O famoso Porto Itaguaçu tem uma área de 129 mil m². Ele abriga uma capela como lembrança da pesca milagrosa, que foi inaugurada em 1926. Tem serviço de barco para passeio pelo Rio Paraíba do Sul. Os embarques nas balsas são diariamente, das 7h às 17h. São necessárias 15 pessoas para iniciar o passeio, que tem 20 minutos de duração e é monitorado e seguro.

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 36

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 37

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 38

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 39

Porto Itaguaçu

Balsas

Itaguassu quer dizer Pedra Grande em tupi-guarani. Era conhecido como Bairro das Pedras. Caso queira hospedar para descansar durante o passeio turístico com vistas maravilhosas, como a Serra da Mantiqueira, Serra do Mar e Serra da Bocaina, é possível, pois há hotéis próximos ao local.

Para quem gosta de altura e ver as pessoas em miniaturas, há o Bondinho de Aparecida. Ele conta com 47 cabines, cada uma com capacidade para seis pessoas. Percorre uma extensão aproximada de 1.170m sobre a cidade e a Rodovia Presidente Dutra, vencendo um desnível de 115m. O serviço se deve à parceria do Santuário Nacional com a empresa BonTur. Embarques e desembarques são realizados na Estação Santuário, localizada no Santuário Nacional, e na Estação Cruzeiro, no Morro do Cruzeiro. A tarifa para o passeio de bondinho é de R$ 26,00 para adultos e R$ 13,00 para crianças (6 a 12 anos) e idosos (maior de 60 anos). O passageiro tem acesso ao Mirante do Morro do Cruzeiro, que oferece uma bela vista de Aparecida e regiões circunvizinhas. Já o custo para o Mirante é de R$ 30,00 para adultos e R$ 15,00 para crianças (6 a 12 anos) e para idosos. Faz-se necessária a apresentação de documento. Não é permitido embarcar com bebidas e animais, exceto cão-guia.

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 40

Bondinhos nas alturas

Nicho de Nossa Senhora Aparecida: Localizado na Nave Sul o Trono de Nossa Senhora Aparecida fica em um grande totem dourado, “vestida de Sol” (livro do Apocalipse 12,1). Datada do século dezessete, a imagem original feita em barro paulista está entronada em um nicho com minudências em pastilhas de porcelana, pintadas a ouro. Em seu interior, o Nicho blindado em ouro branco recebeu detalhes simbólicos da ‘pesca milagrosa’, momento em que a imagem foi encontrada pelos três pescadores, nas águas do Rio Paraíba. Possui quase 37 metros de altura o Retábulo. Em 2004 foi construído o primeiro Retábulo do Trono de Nossa Senhora, finalizado no dia 31 de agosto de 2011 (quarta-feira). Ainda foi colocado um vidro blindado que pesa 205 kg, que somado com a colocação do Nicho da Imagem pesa 500 kg. Decorado com mosaicos de ouro com desenhos de peixes na parte de visitação dos romeiros e ouro branco com desenhos de flores aquáticas na capela reservada, o novo Nicho é um projeto do Artista Plástico Cláudio Pastro. Os mosaicos foram feitos em configuração aperiódica para que se tenha sensação de movimento, tudo sai de Nossa Senhora e vai em sentido ao coração do povo. O dourado é mais propenso do que o ouro branco, que é feito em efeito de linha.

Significado do simbolismo do Nicho de Nossa Senhora Aparecida: O Nicho de Nossa Senhora Aparecida abriga a imagem original encontrada no rio Paraíba do Sul em 1717. Mostrando um cenário encantador onde predominam simbolismos expressos nos pisos e nas paredes, a Basílica dedicada a Nossa Senhora Aparecida, as artes presentes em grandes painéis coloridos com azulejos e mosaicos, se devem ao artista sacro Cláudio Pastro (*16/10/1948, sábado, São Paulo - +19/10/2016, quarta-feira, Acidente Vascular Cerebral, Hospital Osvaldo Cruz, São Paulo).

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 41

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 42

Nichos

1: O sol no verto do Nicho corresponde à mulher vestida de sol do Apocalipse.

2: No círculo o sol redondo, figura da feminilidade de Maria e concebe também a presença do divino, pois o círculo expede a forma perfeita de Deus.

3: As ondas de água, na linguagem indígena, simulam a ação do Espírito Santo que produz vida ao local. O sopro do Espírito Santo a Maria.

4: Os peixes em volta do oratório, uma extraordinária placa também em ouro com texturas de peixes em altivo relevo, cria uma gigante cercadura de sustentação. Estes peixes conservam relação com o primeiro milagre de Nossa Senhora Aparecida no rio Paraíba do Sul em 1717, a pesca miraculosa.

5: Nicho, um oratório quadrado e com a frente de vidro cristalino, que tem em seu interior, detrás da imagem, um círculo com desenho do sol e estrelas na parte de dentro deste círculo, trazendo a citação bíblica de Apocalipse 12, 1-2.

6: Na citação ‘O Espírito e a Esposa dizem: amém. Vem Senhor Jesus’, faz referência ao livro de Apocalipse 22, 17, uma das últimas frases do Apocalipse, que retrata o anúncio da volta de Jesus pela igreja.

A Sala de Promessas, a Casa do Pão, lojinhas, livraria, um espaço dedicado às crianças e um estúdio da TV Aparecida com transmissão ao vivo de alguns programas e telejornais, ficam no subsolo. Na Sala de Promessas o teto é todo revestido com fotografias de fiéis que alcançaram graças por intercessão da Santa Padroeira do Brasil. Caso deseja levar algo para agradecer como placas, roupas, cartas ou objetos, é lá mesmo que o visitante deixa sua retribuição. Também uma das formas de homenagem é trazer ex-votos, palavra de procedência da expressão latina “ex-voto suscepto”, que expressa “por um voto alcançado”.

Conhecida como ‘Sala dos Milagres’, está localizada no subsolo do Santuário Nacional desde 1974 e é o segundo lugar mais visitado da Casa da Cidade Santa. É de longa data a oferta de ex-votos, uma vez que os primeiros foram oferecidos na primitiva capela do Itaguassú. Atualmente a referida Sala recebe aproximadamente 19 mil ex-votos por mês. Já no mês de outubro, esse número chega a 30 mil. Na Sala, há cerca de 70 mil fotografias em exposição.

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 43

Em 1745, a Sala ganhou espaço ao lado da sacristia da igreja inaugurada por Pe. Vilela (anterior à Matriz Basílica). Em 1886 foi transportada para a Basílica Velha. Anos depois, em 1913, foi levada para um grande salão localizado na Praça Nossa Senhora Aparecida, perto do Convento Velho, carecido a reforma da igreja para a coroação da Imagem. Foi transferida para o Hotel Recreio em 1958. Em 1966 estabeleceu-se no primeiro andar da torre da Basílica Nova. Toda a Sala desceu para o subsolo da Basílica em 1974. Já em 2003 aconteceu a reforma da Sala para a atual organização.

Horário de Funcionamento

Segunda: das 9h às 18h

De terça a sexta: das 8h às 18h

Sábado: das 7h às 18h

Domingo: das 6h às 18h

Rampa da Imagem: Localizada na saída da imagem, é um espaço onde são deixadas doações de flores e outros objetos em agradecimento à Santa. Equivalendo a uma extensão da Sala das Promessas, exclusivamente para recebimento de ex-votos, facilitando a circulação dos visitantes.

Horário de Funcionamento: Das 6h às 21h Contato: (12) 3104-1604

Portal da cidade – Tem a função de recepcionar os turistas, orientando-os com informações turísticas, revistas, almanaques, mapas da cidade, postais, os quais são confeccionados em sociedade com vários empresários locais e entregues aos visitantes.

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 44

A Torre do Relógio do Santuário de Aparecida possui 18 andares e 110 metros de altura

Relógio das Flores – Inaugurado em 2 de dezembro de 2003 (terça-feira), na Praça Victor Coelho de Almeida, é o primeiro relógio de flores do Vale do Paraíba, com 9m de diâmetro. No referido estão plantadas mais de quatro mil mudas de todo o Brasil. Ainda junto ao relógio, encontram-se dois belíssimos painéis que retratam um pouco da história da cidade.

O Centro Histórico de Aparecida é o polo turístico-cultural e de lazer da urbe. Compreende a região que torneia a Basílica Velha. É formado pelas ruas Monte Carmelo Oliveira Braga, José Borges Ribeiro, Santos Dumont e Oswaldo Elache.

Igreja de São Benedito – foi inaugurada em 1924 com dimensão modesta e elevada somente por uma torre campanário. Seu maior destaque são as figuras de anjos, esculpidas por Chico Santeiro, que enfeitam a porta e os berais da igreja.

Memorial da Devoção Nossa Senhora Aparecida

Na sexta-feira de 12 de outubro de 2016, foi inaugurado o Memorial da Devoção Nossa Senhora Aparecida, complexo turístico conexo ao Santuário Nacional. O Memorial acolhe o Cantinho dos Devotos Mirins, o Cine Padroeira, o Museu de Cera com mais de 60 peças, uma loja de artigos religiosos e um espaço para exposições.

As atrações acoplam arte e efeitos multimídias para levar o visitador a uma experiência sensorial privilegiada pela história da Padroeira do Brasil, desde seu encontro nas águas do Rio Paraíba, até os acontecimentos mais coevos dessa trajetória, como a constituição da Basílica Nacional.

O empreendimento localiza-se no pátio da Basílica, ao lado do Centro de Apoio aos Romeiros, uma vez que é uma iniciativa do Santuário Nacional em parceria com Grupo Dreams (Sonhos).

Horário de funcionamento

Ingressos

Tarifa promocional: R$15

Crianças até 5 anos não pagam

Espaço Devotos Mirins: Tem dois espaços dos Devotos Mirins, um dentro do santuário e outro dentro do Memorial da Devoção. O do subsolo é de acesso gratuito. Oferece nos finais de semana e feriados teatrinho para as crianças em horários diferentes. Há uma imagem infantil de Nossa Senhora que fica à disposição para fotos. Já o espaço dedicado aos pequenos, fica dentro do Memorial da Devoção. Lá estão o Cine Padroeira e o Museu de Cera. O acesso está incluído no ingresso do museu, deste modo, é pago.

Cine Padroeira: Pode-se assistir a um filme de 15 minutos que narra a história do encontro da imagem da Padroeira do Brasil e dos milagres que se sucederam após o fenômeno da pesca milagrosa. Destaque que a película usa a mesma tecnologia 3D das projeções utilizadas nas Olimpíadas 2016. É o primeiro cinema 3D sem óculos do Brasil.

Os assentos para o público são de madeira. Assim o espectador tem a sensação de estar em uma canoa, como a usada pelos pescadores que acharam a Santa no Rio Paraíba do Sul em 1717. Já as paredes simulam a vegetação adjacente ao rio.

Quando o filme inicia é incrível notar o efeito das cinco telas em ação. O tema do filme é reproduzido em um telão central, e as telas laterais convêm para mostrar pormenores. Nos diálogos, a tela central mostra o local de forma vasta. Já as telas da esquerda e direita expõem detalhes do rosto dos interlocutores. Ainda uma quarta tela fica na parte inferior da cena para dar imediação ao espectador. Já a quinta tela dá a sensação de 3D sem a necessidade dos óculos. O tule ocupa todos os 18 metros de largura e fica à frente das demais telas. Quando ativado, nas cenas de chuva, fica a impressão de cinema em três dimensões

Museu de Cera: No planeta Terra, é o único museu de cera dedicado a Virgem Maria, nomeadamente sob o título de Nossa Senhora Aparecida, com 65 estátuas e 20 cenários distintos. Ele trabalha como um museu de cera clássico, contudo de cunho religioso. Reporta integramente algumas pessoas notáveis como a Santa Teresa de Calcutá e o Papa João Paulo II, Papa Francisco e o Padre Marcelo Rossi.

Morro do Presépio

Inaugurado em dezembro de 2006, está centrado nos pátios do Santuário Nacional. Tem mais de 70 esculturas que representam o nascimento de Jesus, o encontro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida no rio Paraíba do Sul e atrações como gruta, cascatas, lago e mirante. Porém as peças do Presépio de 7.345 metros de comprimento têm tamanho natural e foram feitas em cimento.

O Padre Ronoaldo Pelaquim C.S.sR é responsável pela idealização e concepção do projeto do Morro do Presépio. Já as peças são de Alexandre Moraes.

Museu Nossa Senhora Aparecida: Foi Inaugurado no sábado de 8 de setembro de 1956 com a bênção do Cardeal Dom Carlos Carmelo de Vasconcelos Motta, primeiro Arcebispo de Aparecida. Como não há museu sem peças, a docente Conceição Borges Ribeiro ajuntou toda a coleção a partir da coleta de objetos pela região, com destaque para as peças indígenas. Pela primeira vez funcionou no prédio das Oficinas Gráficas de Arte Sacra de Aparecida. Um tempo depois, foi transferido para a Galeria do Hotel Recreio, donde continuou até a mudança peremptória para a Torre do Santuário, sendo inaugurado em 12 de outubro de 1967 (quinta-feira), passando a ocupar o 2º andar. O recinto conta com exposições permanentes e provisórias sobre diversas temáticas, tendo como pano de fundo a história da devoção à Padroeira do Brasil.

Mirante - O mirante leva o nome de Engenheiro José Salomão Kopaz. Era uma velha caixa d´água que munia a região central da cidade. Proporciona ao turista uma visão total da parte de baixo de Aparecida. Em seu interior há um elevador panorâmico que leva o romeiro a uma altura de 20m. Fica localizado no 18º andar da Torre Brasília e possui 324 metros quadrados. É tão alto que se pode observar grande parte do Vale do Paraíba com visão privilegiada do Rio Paraíba e da Rodovia Presidente Dutra que corta a cidade de Aparecida. O mirante está localizado na praça Nossa Senha Aparecida, atrás da Basílica Velha.

Preço da visita ao Mirante e Museu Nossa Senhora Aparecida: R$ 8,00. Pessoas acima dos 60 anos, estudante com carteirinha e crianças de seis a 12 anos, pagam 50% do valor da entrada. Crianças abaixo de cinco anos não pagam.

Horário de Funcionamento: Segunda a sexta-feira das 9h às 16h30, sábado das 7h às 18h; domingo das 7h às 15h30 e feriados das 8h às 16h30.

Igreja de São Benedito – Palco de uma das mais tradicionais festas religiosas do Vale do Paraíba. A igreja em homenagem ao padroeiro da cidade é também um centro de manifestações folclóricas e históricas. Foi construída em 1918, e decorada com anjos esculpidos pelo artista Chico Santeiro.

Seminário Bom Jesus – instituído para ser um amplo centro de formação religiosa, o Santuário Bom Jesus é famoso por ter hospedado Madre Paulina e os papas João Paulo II e Bento XVI. Foi erguido em 1895.

Igreja de São Geraldo – Fixada na entrada do Porto Itaguaçu, foi construída em 1926 e Presépio – Localizado ao lado do Estacionamento do Santuário Nacional, abriga esculturas que reproduzem importantes fatos histórico-religiosos do nascimento de Jesus Cristo e outras representações, como o encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida nas águas.

Mirante das Pedras – É um esplêndido e deleitoso recanto de pedras afloradas, no caminho do Porto Itaguaçu. O local possibilita a contemplação da várzea onde corre o Rio Paraíba e a Serra da Mantiqueira, moldurando a paisagem. Lá está localizada a imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, medindo 1,80m de altura.

Mirante da Santa – Inaugurado em dezembro de 2006, no alto de um morro em Aparecida. O monumento, em uma área particular, é fechado ao público, mas pode ser observado da rodovia Presidente Dutra. Com 17, 6 metros de altura, a construção foi feita após a proprietária do terreno ser curada de um câncer, em 2002. O pai havia prometido que, se a graça da cura da filha fosse alcançada, construiria uma grande imagem em homenagem à Padroeira do Brasil. Porém o pai da moça faleceu um ano depois da cura da filha, e sendo assim, a promessa foi cumprida pela filha. Fica no alto do morro da Rua Antônio Bittencourt da Costa. É o maior monumento dedicado à Nossa Senhora Aparecida em todo o mundo.

Capelas

Inaugurada em novembro de 2007, a Capela Ressurreição se encontra na Esplanada João Paulo II, no fim da colunata externa, consistido em um lugar destinado à oração e reflexão. Nela se encontram os restos mortais dos Bispos e Arcebispos de Aparecida, Dom Carlos Carmelo de Vasconcelos Motta, Dom Antônio Ferreira de Macedo e Dom Geraldo Maria de Moraes Penido, além do Memorial dos Devotos, um memento virtual que rememora todos os colaboradores da Campanha dos Devotos que já partiram desse plano de vida.

Horário de Funcionamento: Todos os dias das 5h30 às 18h

A Capela do Santíssimo está localizada à direita do Altar Central. Ele remete os devotos ao Mistério Eucarístico, possuindo uma cúpula vestida de pastilhas de porcelana banhadas a ouro, e um barrado de dois metros de altura. Na entrada se lê: ‘Panis Algelorum Cibus Viatorum’, ou ‘Pão dos anjos, alimento dos viajantes’, que remete a Jesus presente em espécie no pão e no vinho. O retábulo é composto por cinco mosaicos italianos, presentes de São João Paulo II em sua primeira visita ao Brasil, em 1980. Estão representados nos mosaicos os quatro evangelistas – Mateus, Marcos, Lucas e João – e ao centro, o Cordeiro Pascal. Na Capela estão duas esculturas, uma representação do Lava pés e outra do caminho de Emaús, ambas do artista Adélio Sarro.

Horário de Funcionamento: Todos os dias das 5h às 22h

À esquerda do Altar Central, fica a Capela de São José, onde são celebrizadas missas em dias de menor movimento. Sua Cúpula é em tons de ouro. Simboliza a luz, Cristo Luz, Pentecostes e a plenitude Pascal, indicando que Deus é a luz total e que o grande vácuo é o espaço para o invisível presente. As estrelas de Davi no corredor recordam a sucessão de José. O piso com um desenho de lírios, que se abrem, resume a pureza e a sabedoria do pai adotivo de Jesus. Atrás do altar, o painel central, é obra do artista sacro Cláudio Pastro, que representa o sonho bíblico de São José. ‘José, filho de Davi, não tenhas medo de acolher Maria como tua esposa, pois o que ela concebeu é obra do Espírito Santo...’ (Mt 1, 20,21).

Olhando no painel, os devotos observam que José está deitado à sombra de uma tamareira plantada junto às águas, como descrito no Salmo 1, em que o justo é como a árvore que é sempre cheia de vida, pois está plantada junto às águas. Também o cajado de José simboliza sua justiça, e os pombos são a oferta dos pobres, pois tudo que é oferecido com naturalidade é agradável a Deus.

Horário de Funcionamento: Todos os dias das 5h às 22h

A Capela do Batismo no Santuário Nacional foi inaugurada em 15 de agosto de 2010 (sábado). Está centralizada na esplanada João Paulo II. Ela foi presente da família Sieh, devoto de Nossa Senhora Aparecida. A árvore da vida está na porta da Capela, com a inscrição ‘O Cristo, novo Adão, abre-nos as Portas do Paraíso’. O piso forma um sol contendo a palavra ‘Pax’, saudação do Ressuscitado. A Cúpula simboliza o céu, o qual faz o batizado ser luz do mundo. A procissão de cordeiros está no barrado.

No batistério, no centro, em mármore branco, está a fonte batismal. Já no meio, uma cruz, abaixo de uma pomba, a figura do Cristo, que corresponde ao batizado. Referente ao batismo de Jesus, na frente, a frase ‘Tu és meu filho, eu hoje te gerei’. A Capela tem ainda três grandes ampolas, em cristal e ouro branco, que guardam os óleos consagrados na noite de Páscoa.

Horário de Funcionamento:

Segunda a Sexta das 13h às 14h45

Sábado e Domingo das 12h às 13h45

Sacramento do Batismo: como batizar o seu filho no Santuário Nacional

Primeiramente os pais precisam fazer a transferência por escrito contendo o nome deles, da criança, a assinatura do pároco e o carimbo da paróquia. Crianças a partir de 8 anos e adultos o documento necessita mencionar que o requerente está devidamente preparado (a).

A certidão de nascimento ou documento de identidade (RG ou CNH), atestado do curso de preparação para batismo dos pais e padrinhos, a certidão de nascimento original da criança, não podem ser esquecidas. Nessa primeira etapa o setor de batismo confere os documentos, realiza o cadastro e depois devolve para os pais.

Não esquecer de forma alguma o documento de Identidade (RG ou CNH) dos pais, a certidão de casamento dos pais no religioso, caso sejam casados na igreja. Menores de 18 anos precisam estar acompanhados dos progenitores ou responsáveis, que devem apresentar, além dos documentos acima citados, o próprio documento de identidade (RG ou CNH).

Caso o (a) filho (a) for adotivo (a), os progenitores têm que apresentar o termo de guarda. Crianças a partir de 8 anos e adultos devem apresentar declaração da paróquia constando a preparação para a 1ª Comunhão e Crisma em andamento. Ainda também a preparação deve ser realizada na cidade do requerente, com o (a) catequista responsável. Por fim, sem a apresentação destes documentos o Santuário Nacional não realizará o batizado.

Vale frisar que o Santuário Nacional não realiza batizados na Sexta-Feira Santa, Sábado Santo, Natal e Ano Novo. No dia do batismo, os pais precisam chegar com antecedência - de segunda a sexta-feira - uma hora antes, diferente de sábados e domingos, que podem chegar duas horas antes. Os responsáveis pelos filhos necessitam conduzir até a Secretaria de Batismo, localizada no subsolo da Basílica, trazendo todos os documentos necessários. Quanto aos primeiros horários de batismo dos finais de semana (sábados às 9h e domingos às 8h), podem chegar com uma hora de antecedência.

Taxa R$30,00 (trinta reais)

Horário para batizados Segunda a sexta-feira: 10h30 e 15h, sábado: 9h, 10h, 11h, 14h e 15h, domingo: 8h, 9h, 10h, 11h, 14h e 15h.

Secretaria de Batismo

Horário de Funcionamento:

Segunda a sexta-feira: 8h às 17h, Sábado: 8h às 16h e Domingo: 7h às 16h.

Mais Informações 12 3104-1560 / 3104-1561

batismo@santuarionacional.com

Capela Das Velas – Construída na década de 70, localizada à esquerda da Porta Santa, fica em uma das naves do Santuário Nacional. É uma contemplação de luz que emociona os visitantes. Há sempre uma infinidade de velas acesas, de tamanhos variantes, a qual a fumaça faz desenhos na cúpula da capela. Elas patenteiam a fé e compaixão do povo de todas as regiões do Brasil que oferecem devoção a Nossa Senhora. E cada vela representa uma súplica à Santa ou um agradecimento por sua graça impetrada. Não é proibido ao visitante levar suas próprias velas, no entanto pode-se comprar lá mesmo na Casa das Velas, que tem duas lojas no complexo. As velas são recicladas e os preços em conta. Ainda têm aquelas em formatos de mãos, pés, cabeça e outras partes do corpo, utilizadas pelos fiéis que alcançaram ou pedem graças pautadas à saúde.

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 45

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 46

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 47

É um dos locais mais frequentados do Santuário Nacional, com arranjo que remete à passagem bíblica da Sarça Ardente, ocasião em que Deus aparece a Moisés em forma de fogo que não consumia arbusto, para ordenar que ele fosse até o Egito e emancipasse o povo da escravidão.

Em 2004, após a reforma, a Capela recebeu uma cruz, obra do artista sacro Cláudio Pastro. Foi colocado no local um filtro para sorver a poluição ocasionada pela queima da parafina. Também há exaustores no local. Horário de Funcionamento: Todos os dias das 5h às 22h.

Composto de 13 sinos, o Campanário ao lado da Passarela da Fé, os 13 sinos são dedicados aos Apóstolos, Religiosos e a Mãe Aparecida. Porém o sino maior, o 13º sino, que fica na base do Campanário, é dedicado a Virgem de Aparecida e a São José. E também homenageia a Família Campanha dos Devotos. Ele é parte das obras dos 300 anos do encontro da imagem de Aparecida no Rio Paraíba.

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 48

Os sinos funcionam por meio de toques comuns ou reproduções musicais personalizadas pelo Santuário por meio de teclado específico para essa finalidade. Segundo o finado artista sacro Cláudio Pastro, o som produzido pelo bronze representa a voz de Deus a tocar no coração de cada ser.

No domingo de 19 de dezembro de 1971, foi inaugurada a Passarela da Fé. Já no dia 1º de janeiro de 1972 (segunda-feira), foi dada uma bênção seguida pela primeira procissão com a Imagem milagrosa.

A Passarela da Fé tem 392,2 metros de extensão e sua parte mais alta está a 35,52 metros do chão. A estrutura da Passarela foi erguida para proporcionar acesso entre a Matriz Basílica (Basílica Velha), e o Santuário Nacional (Basílica Nova).

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 49

Morro do Cruzeiro

Separado da cidade de Aparecida pela Rodovia Presidente Dutra, é onde acontece toda sexta-feira da Quaresma, a tradicional Via-Sacra. Em 1925 foi fixada a primeira cruz no alto do morro. Em 6 de abril de 1948 ( terça-feira), durante a celebração da Semana Santa, foram inauguradas as capelinhas da Via-Sacra pelo vigário Pe. Antônio Pinto de Andrade. O Morro do Cruzeiro tem 900 metros de extensão, 87 metros de altura e está a 685 metros de altitude. Na entrada se vê um par de mãos postas em oração, de 15 metros de altura e no transcursar do percurso 14 painéis de 3,70 x 4 metros representando a Via Sacra, em estilo neoclássico, elaboradas em bronze pelo artista Adélio Sarro.

A construção de concreto é uma homenagem a Nossa Senhora da Conceição por isso tem o formato de um "S" de santa.

Horário de Funcionamento: Segunda a domingo: 7h às 7h (?)

Tem ainda o Centro de Apoio ao Romeiro (CAR). Ele recebe com muito agrado os romeiros que visitam a Cidade Santa, casa da Mãe Aparecida. Oferece com qualidade uma completa e diversificada infraestrutura, e fica localizado no pátio do Santuário Nacional. Foi inaugurado no dia 30 de maio de 1998 (sábado), com a finalidade de proporcionar conforto, abrigo e lazer aos visitantes. Tem duas Praças de alimentação e lojas. Lá se podem comprar todos os tipos de lembranças. Ainda a estrutura conta com fraldário, sanitários adaptados para pessoas com deficiência, terminais bancários, aquário, parque de diversões, etc.

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 50

Centro de Apoio ao Romeiro

DÚVIDAS e SUGESTÕES? (12) 3104-1006 SERVIÇOS • 380 lojas em 8200m² • Quiosques • Restaurantes e lanchonetes • Fraldários • Blocos de sanitários • Bebedouros • Aquário • Parque de Diversões • Terminais bancários • Ponto de Encontro

FEIRA LIVRE

Está locada nos arrabaldes do Santuário Nacional. É um encanto à parte na cidade. Lá se encontra de tudo um pouco, de artigos religiosos a lembranças do município. Aquário de Aparecida – Ele possui várias acéquias com espécies de água doce e salgada. Um tanque que reporta o milagre do achado da imagem e uma piscina com tubarões que podem ser tocadas pelos visitadores.

Museu Nossa Senhora Aparecida: Fica nos 1º e 2º andares da torre. Lá estão guardadas imagens, pinturas, gravuras e outras referências ligadas à devoção mariana nacional, que resguardam o patrimônio antediluviano e contemplativo da cidade. Para se visitar o museu usa-se um adesivo na roupa. Destaque para as correntes do milagre do escravo Zacarias, a Casa de Ouro (Domus Aurea) com objetos de ouro doados pelos fiéis ao templo e as roupagens, cadeiras e elementos litúrgicos usados pelos pontífices que visitaram a basílica. Tirar fotos é proibido.

Santuário Frei Galvão: o primeiro santo do Brasil. Madre Paulina foi canonizada primeira, mas nasceu na Itália. É uma santa ítalo-brasileira. O santuário dedicado ao frade totalmente conserva estacionamento de chão batido.

Os fiéis vêm agradecer as graças alcançadas pela intercessão do santo e em busca das pílulas do Frei Galvão, distribuídas gratuitamente no santuário. A estátua do frei fica em frente ao santuário e foi abençoada pelo Papa Francisco em 2013. O santuário fica no município de Guaratinguetá, a 13 quilômetros da Basílica de Aparecida. Abre todos os dias das 7h às 18h. .O dia mais cheio é sábado. Domingo é bem tranqüilo.

Casa do Pão: trata-se de uma espécie de panificadora e lanchonete com produção própria de lanches, pães, bolos, salgados, entre outras guloseimas. A Casa do Pão é um projeto social do Santuário que visa profissionalizar jovens na área de panificação e confeitaria. Os preços são muito acessíveis. Pão de queijo, salgados variados, misto quente, sanduíche natural e Pão de Nossa Senhora, um pão do tipo caseiro enorme e maravilhoso, é que não faltam no local.

Funciona de segunda a sexta, 7h às 18h. Sábados, 6h às 18h. Domingo, 6h às 18h.

O Espaço Devotos Mirins, localizado no piso inferior da Basílica de Aparecida, é aberto ao público diariamente. Tem vários locais para se tirar fotos como: o ônibus da Turminha, o Cantinho da Mãezinha Aparecida com orações, quebra-cabeça, balcão da Revista Devotos Mirins e de produtos, além de histórias em quadrinho por todo o local e um palco para apresentações dos personagens.

Visitações de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e, nos sábados, domingos e feriados, o mesmo horário, contudo com apresentação dos personagens Devotos Mirins.

Igreja lado exterior: Para quem ama fotografar o melhor horário é no fim de tarde. O sol reflete diametralmente na igreja, revela um ajuste perfeito a partir do morro. Para auxiliar a compor o cenário tem a bela paisagem da Serra da Mantiqueira que circunda a região. No Santuário, à noite, todos os estabelecimentos comerciais como museus, lojas e restaurantes estarão fechados. No entanto, os pontos de peregrinação, como Capela das Velas, Do Santíssimo, Nicho da Imagem e a própria Basílica — ficam abertos até às 22h.

O campanário recém-inaugurado e as esculturas do Morro do Presépio recebem um jogo harmonioso de luzes. Com arquitetura barroca, tem altar esculpido em Mármore de Carrara e os púlpitos, em cedro. Os sinos das duas torres tocam todos os dias às 12h e às 18h. É primorosa em detalhes. A última reforma (que durou quase 11 anos) acabou em 2015, quando houve a reinauguração da igreja.

Memorial do Redentorista: Está localizado ao lado da Basílica Velha, na Praça Nossa Senhora Aparecida, 273 – à direita de quem sai da Basílica Velha. É um museu consagrado aos religiosos que serviram a congregação. Criado em 1910, o Memorial resgata a história desta importante missão de fé, abrigando um museu, a Capela Memorial Redentorista e a Capela em homenagem ao Padre Vítor, notório como Apóstolo do Rádio, cujo processo de canonização está em andamento.

Os Redentoristas ficam responsáveis pela administração do Santuário de Aparecida. O local, encentrado na esplanada interior do antigo convento dos missionários, conta com duas capelas. Lá esta o túmulo do Padre Vitor Coelho, pessoa que muito divulgou a história e intercessão da Virgem Aparecida. A outra capela é dedicada a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

Ainda há o orquidário e um pátio com duas parreiras de uva, das quais uma foi plantada pelo Pe. Vítor. A entrada é gratuita. Funciona de segunda a sexta, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h. Sábado, 8h às 18h. Domingos e feriados, 8h às 17h.

Traduzindo em números finais, o Santuário tem 1,3 milhão de metros quadrados com 143 mil m² de área construída, maior que a cidade de Jerusalém, que tem 125 mil m². Apenas a Basílica Nova, construída em forma de cruz, tem quase 72 mil m², do tamanho de oito campos de futebol. Já na parte interna, acomodam-se cerca de 30 mil pessoas em torno do altar. A arquitetura é estilo neo-românico.

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 51

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 52

Foi projetado pelo arquiteto brasileiro Benedito Calixto de Jesus Neto. É composto por quatro naves fazendo uma cruz, sendo a interseção da cúpula. Tem uma área total de 18.000 metros quadrados. E é a segunda maior do mundo (a maior delas é a Basílica de São Pedro, no Vaticano). Cada nave tem 40 metros de altura; a cúpula tem 70 metros de altura e um diâmetro de 78 metros; a torre tem 100 metros de altura. Dois lugares no interior da Basílica recebem inúmeros visitantes todos os anos: a Capela das Velas e a Sala dos Milagres.

Com 140 mil metros quadrados de área construída, foram usados 25 milhões de tijolos na construção. Pode ser vista da Via Dutra. Na Capela das Velas, no fim de semana são tiradas até 10 toneladas de parafina do local.

Cerca de 12 milhões de romeiros visitam Aparecida durante 365 dias. O municipio é recheado de hotéis e pousadas. Os preços das diárias variam nos finais de semana e feriados. Em residência com móveis comprados em Jericó na época de Cristo, o preço sai salgado.

Aparecida do Norte By Sérgio Oliveira 53 gallery a lightboxby VisualLightBox.com v6.1

Um hotel 3 estrelas em Aparecida costuma sair mais caro que muitos cinco estrelas em outros estados. As hospedagens mais ‘chiques’ se esgotam com meses de antecedência. Durante a semana os preços das diárias caem pela metade. Uma dica legal para ter mais segurança e comodidade na hora de escolher um hotel está no Booking.com. É só acessar! O Booking (aquele da TV) é um sistema de reserva internacional. Ele não cobra taxa e tem cancelamento grátis para a maioria dos quartos.

No Santuário, há hospedagem própria, o Hotel Rainha do Brasil, inaugurado em 2012. É considerado o ‘awesome’. Está a 700 metros do Santuário Nacional e tem padrão 4 estrelas com piscina, sauna, hidromassagem, brinquedoteca. Oferece ainda uma exclusiva “visita guiada noturna” à Basílica só para hóspedes. Tem tarifas para quarto triplo entre R$ x e R$ x.

Lá não neva (rs). Leve roupa confortável e adequada. “Fuja” de tops, shorts, camisetas regatas e vestidos curtos. Não se trata de “moral” É questão de respeito. Não economize protetor solar. Chapéu e boné são bem-vindos em dias de sol quente.

Segunda a sexta são dias tranquilos para visitar o Santuário. Nos sábados, feriados e festas litúrgicas específicas como Semana Santa e Corpus Christi, a cidade vira um formigueiro. Outubro é o período de maior movimento. O Santuário tem segurança ostensiva, com placas alusivas, norteando a prestar atenção e cuidar dos próprios pertences. Nas afluências muito cuidado com bolsas, mochilas e carteiras no bolso de trás. Embora não tenha relatos negativos, não deixe nada de valor dentro dos carros nos estacionamentos.

O santuário fica na cidade de Aparecida, a 180 quilômetros de São Paulo e a 260 quilômetros do Rio de Janeiro. O aeroporto mais próximo de Aparecida está na cidade de São José dos Campos (80 km). O número de voos nacionais para lá é pequeno, e as passagens costumam ser caras saindo de qualquer lugar do Brasil. Para ir do aeroporto para Aparecida de ônibus é necessário se deslocar até o Terminal Rodoviário de São José dos Campos.

A empresa Pássaro Marron (“n” no final mesmo) faz o trajeto rodoviário de São José dos Campos até Aparecida. Os ônibus saem de hora em hora a partir das 5h30 da manhã. A passagem custa R$ x, e a viagem dura 1,5 hora.

A antiga obra, erguida em 1894, foi inspirada no Palácio de Versalhes, na França. Fica a 2 quilômetros da Basílica com uma suíte de 50 metros quadrados. Já recebeu três papas em visita a Aparecida - Papa João Paulo II, Papa Bento XVI e, o último, Papa Francisco, em 2013. Funciona como hotel e hospeda fiéis em outros 73 apartamentos. No jardim, o cartão de visitas é uma estátua gigante de frei Galvão, santo brasileiro.

A visitação é aberta ao público na ala pontifícia, onde ficaram os papas, e em duas grutas. As visitas ocorrem todos os dias, de graça, das 9h às 11h e das 14H30 às 16h - não é necessário agendar. O seminário fica na rua Barão do Rio Branco, 412, no Centro, em Aparecida.

Monumentos dos Milagres: São cinco (5) monumentos instalados em rotatórias de Aparecida. Foram produzidos em metal pelo artista Gilmar Pina, retratando os milagres atribuídos à Padroeira. Foram retratados os milagres do escravo Zacarias, que após fuga frustrada voltava acorrentado para a fazenda. Ao rezar na capela em Aparecida, as correntes se soltaram. A estátua fica na avenida Padroeira do Brasil, no São Roque.

Também foram retratados os milagres das velas, que acenderam sozinhas aos pés da imagem; milagre da ceguinha que voltou a enxergar. Os monumentos estão respectivamente nas avenidas Padre Jorge Anão e Júlio Prestes.

 
 
 
 

Coluna Sérgio Oliveira
Membro da Academia Calçadense de Letras
, Jornalista do Aqui Noticias e Folha do Caparaó