css3 menu generator by Css3Menu.com

 
 
PM de Apiacá, Bom Jesus e Calçado têm mudança de comandante
 
Publicado em 08/03/2017 21h40min
 
 

O 9º Batalhão da Polícia Militar, localizado em Cachoeiro de Itapemirim, está com um novo comandante. O major Fabrício Martins, que já atuava como subcomandante na unidade, assumiu o posto antes ocupado pelo tenente coronel Emerson Caus que, após pouco menos de quatro meses no cargo, passou a assumir o comando do 3º Batalhão da PM, com sede em Alegre.

Segundo a assessoria do 9º BPM, apesar de o major Fabrício já responder pelo comando, ele ainda aguarda uma promoção que está prestes a sair – apenas os Oficiais que ocupam o posto de tenente-coronel podem comandar os batalhões. O nome de Caus, por sua vez, já aparece discriminado no site da Polícia Militar do Espírito Santo (PMES) como o comandante do 3º BPM.

Major Fabricio e Tenente Caus - By Aqui Noticias gallery a lightboxby VisualLightBox.com v6.1

Procurado, o gabinete do comandante geral da PMES afirmou que a troca de comando no Sul do Estado faz parte de mudanças corriqueiras e que, por conta do motim da PM, encerrado em 26 de fevereiro, os serviços administrativos estavam paralisados e muitas alterações se encontravam acumuladas (o serviço administrativo voltou ao normal no dia 1º).

Entretanto, segundo informado pelo gabinete, a reestruturação da Polícia Militar anunciada pelo Governo Estadual, que culminou na dissolução da Rotam e do BME e criação de novas unidades e comandos estaduais, também influenciou na troca. Não foi divulgado, porém, se a alteração já estava prevista antes da crise na segurança pública.

O 9º Batalhão da PM é responsável pelo reforço policial dos municípios de Atílio Vivácqua, Cachoeiro de Itapemirim, Castelo, Mimoso do Sul, Muqui e Vargem Alta. Já o 3º BPM fica a cargo da segurança de Alegre, Apiacá, Bom Jesus do Norte, Dores do Rio Preto, Divino de São Lourenço, Guaçuí, Jerônimo Monteiro e São José do Calçado.

Aqui Noticias

 
 
 
# Comente
 
 
# Leia também
   
   
Vigilância Sanitaria
   
   
Dia Internacional da Mulher
   
   
Crise no Estado